Nascida em Guimarães nos anos 70 mas actualmente sediada na Maia, a Gianfranco Motorsport, equipa vencedora da primeira edição do Troféu C1 Learn & Drive, chegou, viu e venceu as 24 horas de Spa Francorchamps.

A equipa portuguesa chegou à Bélgica com seis pilotos bastante talentosos, sendo eles os irmãos Pipo e Ginho Rodrigues, João Brandão, Rui Maia, e dois pilotos espanhóis, José Benito Diéguez e Hugo Hernandez.

Ginho Rodrigues, o irmão mais velho e dono da Gianfranco Motorsport disse num post no seu perfil de uma rede social, “Este fim de semana realizei o último dos sonhos do meu pai… Correr em Spa com os filhos… O que eu não esperava é que fossemos ganhar isto!
Logo após o início da corrida, o nosso motor não estava a andar como na sexta-feira, nos treinos livres, onde fomos mais rápidos que a concorrência, e o Pipo (Rodrigues) teve muita dificuldade em se aguentar nos lugares da frente no primeiro turno.
Andamos mais de metade da corrida com a embraiagem a patinar, sem visibilidade nenhuma porque o vidro embaciava muito e as escovas limpavam muito mal a chuva.

Fiz dois turnos de três horas em que me senti em perigo, e o objetivo era apenas manter o carro na estrada enquanto via carros mais rápidos a passar por mim e a baterem forte nas barreiras pouco depois.
Foi sem dúvida o maior desafio da minha vida. Deixámos os ingleses incrédulos com o nosso método de trabalho, desde as paragens “supersónicas” nas boxes, assim como as ferramentas feitas por nós para ajuste de setup do carro. Viemos mostrar que os portugueses estão um nível acima. Os “miúdos” vindos do canto da Europa escreveram mais um capítulo na bonita história numa equipa que se chama Gianfranco Motorsport.”

Foram cerca de 160 carros em pista ao longo de 24 horas, mas foi a Gianfranco Motorsport que levou “A Portuguesa” ao lugar mais alto do pódio e ao sistema de som de um dos circuitos mais míticos do mundo.